Pintou várias vezes em minha timeline uma lista de 100 desafios para fazer antes de morrer. Vi na Revista Bula. O texto introdutório de Jéssica Chiareli já alerta: a maior probabilidade é que você não tenha feito nem cinco dos itens. Consegui passar um pouco disso, mas não cheguei a duas dezenas. Sim, minha vida é mais louca que a média.

A verdade é que a lista é um tanto quanto esnobe. Tenta vender desafios simples (Fazer amizade com uma pessoa excêntrica) com outros refinados (Andar pela muralha da China). Cheira a coisa de gente que tem grana pra cacete mas quer pagar de descolado e desapegado.

Meu amigo Carlos Willian – corintiano, poeta, jornalista e editor da Revista Bula (necessariamente nessa ordem) – é um cara requintado. Estou certo que ele vai discordar. Não acredite. Viaja por países exóticos. Seu Instagram é o sonho de consumo de qualquer leitor da revista Viagem e Turismo. Ele provavelmente já fez metade dessa lista. Terá fechado tudo antes dos 50 anos de vida. Isso é para poucos. E ele é um dos raros. Sorte dele.

Mas agora você também pode ter uma lista de desafios pra chamar de sua. Quebrado em Goiânia, sem dinheiro para visitar as pirâmides do Egito ou passar uma noite no deserto do Saara, segue abaixo 100 coisas para fazer antes de morrer em Goiânia:

1-    Pegar o Eixo Anhanguera do Novo Mundo ao Padre Pelágio.

2-    Beber vinho barato no Vaca Brava.

3-    Tomar um baculejo da Rotam.

4-    Fumar maconha no Câmpus 2 da UFG.

5-    Se perder nas vielas do Setor Sul.

6-    Se perder nas quebradas de Aparecida de Goiânia.

7-    Assistir a sessão infantil de domingo de manhã do Cine Ritz.

8-    Passar medo na roda gigante do Mutirama.

9-    Ser atingido por merda de macaco no Zoológico.

10- Ficar com dó dos bichos nas jaulas no Zoológico.

11- Ver o From Hell declamar 666 no meio de sua testa.

12- Ir andando para Trindade.

13- Assistir a um show de banda que não conhece no Martim Cererê.

14- Beber no Bar da Tia.

15- Assistir a um Goiás e Vila Nova com o Serra Dourada lotado e divido entre as duas torcidas.

16- Almoçar no Restaurante Cidadão.

17- Almoçar no RU.

18- Ouvir o Papo Cabeça e discordar dos comentaristas.

19- Ter uma foto publicada no O que Rola.

20- Ir na Tô nos 30 do Bolshoi e se perceber o mais jovem da pista.

21- Pegar ônibus junto de uma torcida organizada voltando de jogo.

22- Entrar no terminal da Praça da Bíblia sem pagar passagem.

23- Ver a lua cheia do Morro do Além.

24- Assistir ao Frutos da Terra.

25- Pedir autógrafo para o Nilton Pinto ou o Tom Carvalho.

26- Conhecer alguém que é amigo de infância do Leandro e Leonardo.

27- Do Zezé di Camargo e Luciano também conta.

28- Ver o Túlio Maravilha brincando com os filhos na Praça do Avião.

29- Passar uma tarde de sábado batendo perna no Flamboyant só com o dinheiro do busão.

30- Dançar no balcão da Jump.

31- Alugar filme na Opus.

32- Dormir de bêbado na mesa do pit dog da Rua 10 esperando um X-Tudo depois da balada.

33- Ter disputado uma Copa Beg (ou Copa Itaú, depende de sua idade).

34- Comprar algo de origem suspeita na Feira da Marreta.

35- Comer pastel com garapa do domingo de manhã na Feira da Vila Nova.

36- Tomar banho de mangueira com o pessoal da Comurg regando as plantas.

37- Ir num open bar do Metrópolis.

38- Ver filme com cheiro de mofo do Cine Cultura.

39- Transar dentro de um carro no estacionamento do Lago das Rosas.

40- Tomar um mocotó no Bar do Piry.

41- Ver um show pisando em excrementos na Pecuária.

42- Perder um compromisso por causa do congestionamento da Pecuária.

43- Ficar sem dormir por causa do barulho de um show na Pecuária.

44- Falar que odeia a Pecuária.

45- Participar de um Congresso da UNE na Praça Universitária.

46- Comer um pastel no Kuka.

47- Comprar gibi na Hocus Pocus.

48- Almoçar só esfiha na Esfiha Quente.

49- Ir no chorinho do Grande Hotel.

50- Visitar o museu Pedro Ludovico Teixeira.

51- Ver o pôr do sol no Oscar Niemeyer.

52- Então fica combinado assim, a gente se vê no Gyn Teen.

53- Assistir a uma performance ao vivo no Cine Teatro Fênix.

54- Comprar roupa na Feira Hippie.

55- Perder uma viagem de ônibus na Rodoviária por conta da Feira Hippie.

56- Passear no dia 23 de dezembro na região da 44.

57- Desfilar na Parada do Orgulho Gay pelas avenidas do Centro.

58- Viajar para o Fica sem ter onde dormir.

59- Nadar no João Leite.

60- Ver o Mauricinho Hippie andando de bicicleta.

61- Ser alugado pelo Piolho.

62- Jogar basquete na Praça do Avião.

63- Andar de bicicleta na pista de bicicross do Parque Botafogo.

64- Tomar chuva esperando ônibus na T-63.

65- Ficar sem caldo por que o Caldo 24 Horas não é 24 horas.

66- Caminhar de uma ponta a outra da Marginal Botafogo.

67- Comprar pequi de litro na Praça do Bandeirante.

68- Ver os peruanos tocando na Rua do Lazer.

69- Lembrar quando o Setor Central tinha mais cinemas que igrejas.

70- Perder uma tarde na fila do do Passe Escolar no Setransp.

71- Comer uma jantinha na esquina antes de voltar pra casa.

72- Amanhecer na loja de conveniência de um posto de gasolina.

73- Amanhecer bebendo na calçada de uma distribuidora de bebidas também conta.

74- Encontrar o Star Chic em algum bar da cidade.

75- Passear na decoração de Natal da Praça Tamandaré.

76- Alimentar os peixes do Bosque dos Buritis.

77- Tirar uma foto no monumento das Três Raças.

78- Se perder na região dos motéis da BR-153 procurando o mais barato.

79- Soltar pipa no estacionamento do Serra Dourada.

80- Aprender a dirigir no estacionamento do Serra Dourada.

81- Comprar um carro no estacionamento do Serra Dourada.

82- Fugir de briga no estacionamento do Serra Dourada.

83- Comprar eletrônicos no Camelódromo do Centro.

84- Procurar móveis usados nos pregos de Campinas.

85- Comer empada no Mercado Central.

86- Almoçar no Restaurante Popular.

87- Reclamar da pamonha comprada por que a da sua avó é melhor.

88- Descer a Araguaia de skate em direção ao Mutirama.

89- Beber a bebida verde do Bar da 3.

90- Passar uma tarde na praça de alimentação do Banana Shopping.

91- Assistir a um jogo no Antônio Accioly.

92- Assistir a um jogo no Onésio Brasileira Alvarenga.

93- Assistir a um jogo na Serrinha.

94- Ter saudade do velho Estádio Olímpico.

95- Ver um show de rock no Ginásio Rio Vermelho.

96- Sofrer com as muriçocas da região do Capim Puba.

97- Juntar selos do jornal Daqui.

98- Comprar verdura na Ceasa.

99- Ter ficado bêbado no Joãozinho Mercês.

100-  Discordar das listas da Revista Bula.

4 Comentários

Comente

X