Você prefere perder no tempo regulamentar ou nos pênaltis?

 

Beatles ou Stones?

 

Nirvana ou Pearl Jam?

 

Dinheiro no bolso sem liberdade ou liberdade com perrengue econômico?

 

Subir pela 85 ou pela 9?

 

Vinil ou Streaming?

 

Cinema com gente conversando ou filme em casa com a filha tagarelando na sala?

 

Tomar um tiro no braço ou na perna?

 

Um copo de cerveja boa ou uma caixa de ruim?

 

Sexo com um orgasmo inesquecível uma vez por ano ou sexo frouxo todos os dias?

 

Partido alto ou bossa nova?

 

Os óculos do John ou o olhar do Paul?

 

Cultivar o passado ou sonhar com o futuro?

 

Seleção de 1994 ou de 2002?

 

Natal ou Réveillon?

 

Carnaval na roça ou carnaval na esbórnia?

 

São Paulo ou Rio de Janeiro?

 

Goiás Velho ou Pirenópolis?

 

Empretec ou cursinho preparatório para concursos?

 

Pegar um ônibus lotado que chegue rápido ao destino ou um vazio que fique preso no congestionamento?

 

Galvão Bueno ou Cléber Machado?

 

Casagrande ou Júnior?

 

Roger Flores ou Caio Ribeiro?

 

Cospe ou engole?

 

Rosa ou azul?

 

Mensagem picada no WhatsApp ou áudio de dois minutos?

 

Textão no Face ou indireta de Twitter?

 

Feira Hippie no domingo ou Campinas no sábado de manhã?

 

Beber moderadamente todos os dias ou um porre por semana?

 

Mesóclise ou talquei?

 

Estoque de vento ou laranjal?

 

Ler uma bobagem como essa ou ser cego?

Um comentário

  • renato vieira alves disse:

    Realmente em todos o aspectos da vida ,vivemos de escolhas boas,ruins,com gloria ,demasiadas etc.otimas perguntas ai pra se escolher !sou seu fan cara um abraço.

Comente

X