Entre os dias 14 e 16 de junho, Goiânia recebe a 2ª edição do Fórum de Pesquisa Filosófica e Social sobre o Espiritismo. O evento será realizado no auditório do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da Universidade Federal de Goiás, localizado na Rua 235 com a 1ª Avenida, no Setor Universitário.

O fórum é uma realização da Associação Espírita de Ciências Humanas e Sociais (Aephus) e da Associação Brasileira Espírita de Direitos Humanos e Cultura de Paz (AbrePaz), em parceria o Grupo de Pesquisa em Comunicação e Religiosidade (GPcor) da UFG.  Ao todo, a comissão organizadora do recebeu 20 inscrições de trabalhos científicos de pesquisadores de várias regiões do país.

Temas como sexualidade, gênero, movimento negro, esperanto, educação para os direitos humanos e violência serão discutidos no formato de mesas redondas. O objetivo é trazer as discussões contemporâneas para a análise do ponto de vista filosófico, religioso e científico.

Para a diretora da Aephus, Ângela Moraes, o fórum tem a proposta de convergir as metodologias científicas com os estudos dos fenômenos espíritas no ponto de vista das ciências sociais e humanas e conta com a participação de pesquisadores e professores, em sua boa parte, formado por mestres e doutores. “Os participantes são convidados ao debate que une ciência e espiritualidade. A academia que pode conhecer melhor o movimento espírita brasileiro, e os espíritas se atualizam em relação à ciência”.

O presidente da AbrePaz, Fábio Santos, ressalta que o evento torna-se um instrumento fundamental para enriquecer o diálogo entre a ciência e religiosidade. “Para a AbrePaz é uma grande alegria organizar este fórum juntamente à Aephus e ao GPcor, ainda mais quando o tema central são os Direitos Humanos e Cultura de Paz, fortalecendo a pesquisa, o debate e o pensamento crítico”. Isso, segundo ele, contribui para a humanização e a dignidade de todos, “questões fundamentais para o presente e futuro da sociedade”.

Programação

No sábado, 15 de junho, o evento terá o show com a cantora e compositora espírita Marielza Tiscate. A apresentação será gratuita para os inscritos no fórum. Para quem quiser assistir apenas ao show, os ingressos custarão R$ 40 na bilheteria do evento.

Um dos destaques da programação será a participação da pesquisadora, jornalista, educadora e escritora, Dora Incontri, que participará no sábado (15), às 14h30, da mesa redonda “Espiritismo e Educação para os Direitos Humanos”.  Com mais de 40 livros publicados, Dora possui mestrado, doutorado e pós-doutorado em Filosofia da Educação pela Universidade de São Paulo (USP).

A programação inclui ainda apresentação de trabalhos de pesquisa e relatos de experiência de pesquisadores de todo o país, nas áreas de educação, sociologia, antropologia, filosofia, literatura e outras.

As inscrições para o 2º Fórum de Pesquisa Filosófica e Social sobre o Espiritismo estão abertas e podem ser realizadas por meio do endereço eletrônico: www.aephus.org.br . As vagas são limitadas.

Comente

X